sábado, 22 de dezembro de 2012

ENQUANTO VOCÊ DORMIA

Nota 7,5 O tempo não apagou a doçura desta produção simples, bonitinha e despretenciosa

Sinopse: Lucy Moderatz (Sandra Bullock) é uma solitária funcionária do metrô de Chicago que fantasia uma possível relação amorosa com um passageiro que vê diariamente. Ele é Peter Callaghan (Peter Gallagher) um jovem bem sucedido que na véspera de Natal finalmente cumprimenta a moça ao comprar seu bilhete, mas poucos minutos depois acaba sendo abordado por um grupo de homens e cai nos trilhos. Ele é salvo por Lucy que em um de seus devaneios deixa escapar no hospital que gostaria de casar com o rapaz que está em coma. A partir de então ela passa a ser considerada a noiva do acidentado, o que traz certa felicidade à família dele neste momento difícil. Assim Lucy assume o papel de noiva e finalmente tem a chance de poder viver o amor que tanto queria e ter o aconchego de uma família. Tudo ia bem até que ela conhece Jack (Bill Pullman), o irmão mais velho do tal noivo. Lucy se apaixona por ele e o sentimento é recíproco, mas viver essa relação pode abalar a estrutura familiar dos Callaghan.


Comentário: Por um acaso ou de propósito, Sandra Bullock se livrou do ônibus desgovernado de Velocidade Máxima, filme que alavancou sua carreira, mas pouco tempo depois outro meio de transporte viria a mudar sua vida, só que desta vez de forma mais leve, sem tanta adrenalina. Interpretando uma simpática bilheteira do metrô, a atriz se tornou um sinônimo de comédia romântica, tal qual Cameron Diaz e Julia Roberts. Se na metade da década de 1990 este filme já não trazia nada demais ou novidades, hoje em dia muito menos, mas mesmo assim continua irresistível. Deve ser por causa do açucarado roteiro que repete fórmulas, mas tudo na medida certa para agradar o público feminino de qualquer idade. O ar romântico e de comédia leve prevalece do início ao fim e em nenhum momento os atores fogem do tom. Sandra estava vivendo uma ótima fase profissional e Bill Pullman finalmente se dava bem em algum filme, pois até então seus papéis eram sofridos ou massacrados, com exceção do caça-fantasma boa gente da comédia Gasparzinho, também de 1995. O casal principal em alta e mais um roteiro super previsível formam a receita de uma das comédias românticas mais bem sucedidas de todos os tempos, faturando somente em solo americano cinco vezes mais que o seu orçamento. O diretor Jon Turteltaub tem afinidade para trabalhar com histórias do tipo família, tanto é que anos depois ele também dirigiu para a Disney a comédia Duas Vidas e a aventura A Lenda do Tesouro Perdido. Para os olhos mais críticos, esta sua comédia tem graves problemas. Roteiro muito esquemático, sequências previsíveis, coadjuvantes quase atuando como figurantes e o clima natalino adornando o momento feliz da protagonista, tudo muito perfeitinho e sem peso dramático algum. Porém, todos estes "defeitos" não estragam em nada a obra para o olhar de seu público-alvo que até hoje não perde a oportunidade de revê-la. Vale ressaltar que na época do lançamento o gênero comédia romântica passava por um momento de excesso de refilmagens ou de produções de humor duvidoso destinadas ao público adolescente. Talvez isso explique o grande sucesso até hoje desta comédia com tom mais adulto e sem piadas constrangedoras. Enquanto Você Dormia é realmente muito agradável e ainda que o tempo passe consegue manter seu frescor e graciosidade, não parecendo em momento algum datado. Filme simples, direto, atemporal e recomendável a todas as faixas etárias. Só para fechar: a última frase de Sandra dita em off explica o título e polvilha um pouco mais de açúcar no que já é bem docinho, mas ainda em dose aceitável.
Comédia Romântica - 103 min - 1995 - Dê sua opinião abaixo.

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...