domingo, 13 de dezembro de 2015

EM MEUS SONHOS

Nota 2,5 Romance é amontoado de clichês, incluindo o mundo gastronômico como pano de fundo

O universo gastronômico é um prato cheio para o gênero romântico e Em Meus Sonhos é mais uma pequena fita que o utiliza como pano de fundo para conquistar o paladar, ou melhor, a preferência do espectador, principalmente mulheres jovens mais propensas a fantasias com príncipes encantados. Natalie Russo (Katharine McPhee) e Nick Smith (Mike Vogel) são dois jovens que estão desacreditados quanto a possibilidade de um amor verdadeiro e obviamente o destino dará aquele empurrãozinho para que seus caminhos se cruzem, porém, somente em sonhos. Se apegando a uma crença da cidade em que vivem que diz que há uma fonte dos desejos, ambos jogam ao mesmo tempo uma moedinha torcendo para que encontrem sua alma gêmea, mas ignoram a presença um do outro. Contudo, eles passam a se encontrar em seus sonhos e a viver um amor platônico, um romance que segundo a lenda deverá ser concretizado em até uma semana, caso contrário o feitiço da fonte se esvai. Talvez se ficasse restrita ao onírico a trama escrita por Teena Booth e Suzette Couture teria uma cadência melhor, mas para dar sustento ao frágil argumento foram (mal) inseridos conflitos cotidianos para os personagens. Nick está insatisfeito com seu trabalho e em paralelo está desenvolvendo um projeto em segredo que acredita que será um ponto de virada em sua carreira, mas vive com seu foco desviado por conta das visitas surpresas e inoportunas de sua mãe. Charlotte (JoBeth Willians) não vê a hora de ver seu filho casado e tenta empurrá-lo novamente para os braços de Lori (Chiara Zanni), sua ex-noiva, mas mesmo que ele não se acerte com ela o importante é que a mulher escolhida passe pelo crivo da sogra. É óbvio que ao conhecer Natalie ela vai implicar e fazer de tudo para impedir o romance... Errado! Contrariando expectativas a mãe do rapaz conhece a garota por acaso antes mesmo do filho e de cara se simpatiza com ela. Numa receita tão insossa, a velha rixa nora versus sogra faz falta.

E o universo gastronômico mencionado lá no início onde entra nesta história? Natalie está tentando de todo o jeito levar adiante o restaurante que herdou de sua mãe que faleceu a pouco tempo. O problema é que ela não tem o mesmo dom para a cozinha e se entristece ao ver que noite após noite o movimento diminui e a comida sobra. Os poucos que frequentam o local vão mais por caridade e em respeito a memória da falecida. A jovem até contrata um chefe de cozinha italiano, Mario (Antonio Cupo), que repetindo estereótipos é exagerado em suas emoções e bastante estressado, tudo para criar certo estranhamento com sua patroa, mas é claro que não demora para que uma faísca de romance surja entre eles. Você já viu inúmeros filmes não só com temáticas, mas até situações idênticas, o que enfraquece ainda mais o já fragilizado Em Meus Sonhos. Não bastasse o roteiro com sabor de prato requentado, a direção pouco inspirada de Kenny Leon também não ajuda em nada. A estética simplória, além da edição e trilha sonora básicas, que adota faz questão de assinalar que a produção é feita sob encomenda para a televisão e destinada a agradar exclusivamente o público feminino, principalmente jovens sonhadoras e donas-de-casa que buscam uma diversão ligeira. Sabemos de antemão que o final feliz dos protagonistas está garantido, mas o problema não é ser clichê e sim como trabalhar com essa previsibilidade. Os acontecimentos da história não trazem emoção e nem o elenco parece levar a sério o que estão fazendo e simplesmente repetem frases decoradas. Isso se não forem até mesmo ditadas por ponto eletrônico tamanha robotização dos atores em cena. De positivo, há apenas que se destacar a bela fotografia que consegue lindas imagens, ao ar livre ou em estúdio, cenas que com a ajuda dos atores em um clipe bem editado daria um belo comercial de margarina. Aos diabéticos recomenda-se cuidado com este filme. Doses cavalares de açúcar.

Romance - 93 min - 2014

-->
EM MEUS SONHOS - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...