domingo, 9 de novembro de 2014

INTRIGAS

Nota 6,0 Destinado a adolescentes, longa é acima da média e traz questionamentos relevantes

Fofoca como tema de um filme. Pode parecer algo abstrato, mas que rende boas histórias, vide o apoio da crítica e das premiações à obras como Desejo e Reparação e Dúvida, ambos sobre boatos maldosos que acabaram por interferir drasticamente no curso natural da vida de seus envolvidos. Lançado anos antes, o pouco visto e tampouco lembrado Intrigas se apoia justamente sobre o quanto uma mentira pode destruir reputações e levar a situações perigosas e irreversíveis, no caso um problema instaurado em ambiente universitário e contemporâneo (lembrando que é uma produção do ano de 2000, mas que não deve diferenciar muito do universo teen dos anos seguintes). Uma aula do professor Goldwin (Eric Bogosian) abordando o poder da mídia e usando como exemplo um caso verídico envolvendo o ex-jogador e ator O. J. Simpson acaba por despertar o interesse dos estudantes Derrick Wedd (James Marsden) , Cathy Jones (Lena Headey) e Travis (Norman Reedus) que resolvem se divertir espalhando um boato pela faculdade para ver qual seria a reação de outros estudantes. As vítimas seriam Naomi Preston (Kate Hudson) e seu namorado Beau (Joshua Jackson), dois jovens ricos, bonitos e de reputação irretocável, perfis que comumente despertam inveja. Ao ver a jovem alcoolizada nos braços do rapaz durante uma festa, o trio de desocupados espalha uma pequena fofoca sobre a intimidade do casal, mas as coisas fogem do controle e Beau acaba sendo preso acusado de estupro. Embora de fato nada demais tenha acontecido entre eles, justamente naquela noite o estudante apresentou comportamento um pouco alterado o que leva a namorada, uma puritana convicta, a acreditar que foi mesmo violentada enquanto estava desacordada e presta queixa contra ele. Cathy se arrepende do que fez e resolve desfazer o mal entendido, mas conforme se aproxima de Naomi ela descobre coisas que não sabia sobre Wedd, até então seu melhor amigo.

Pelo título e material publicitário você não dá nada pelo filme, mas vale a pena assistir e aprender a lição do roteiro escrito por Gregory Poirier em parceria com Theresa Rebeck. No início a produção não empolga muito e o argumento de manchar a reputação de jovens de boa índole remete diretamente a trama de Segundas Intenções lançado um ano antes que por sua vez é uma releitura do clássico Ligações Perigosas, produção de época que já mostrava que destruir imagens e nomes é o esporte preferido de ricaços, talvez pelo fato de terem muito tempo ocioso e pouco com o que se preocupar. Na realidade é o personagem de Marsden, diga-se de passagem com ótimo desempenho trabalhando a ambiguidade de Wedd, quem tem grana e isso seduz Cathy e Travis a seguirem seus passos para assim serem aceitos e usufruírem de seu universo de falso poder. Só assim para explicar como alguém pode se divertir com joguinhos tão tolos, mas Intrigas mostra o quanto uma pequena mentira pode crescer e fugir do controle a ponto de assumir proporções trágicas envolvendo traições, medos, rancores e outros negativismos. Muitas vezes não pensamos nas consequências de nossos atos e pensar duas vezes antes de falar algo está em desuso. A emoção sempre fala mais alto que a emoção e como diz o ditado "quem conta um conto aumenta um ponto", conforme a história cai na boca do povo várias versões do mesmo fato surgem e é aí que a trama fisga em definitivo a atenção do espectador. É quando surgem detalhes sobre o passado de Wedd e Naomi acompanhados de reviravoltas rápidas que oscilam entre o óbvio e o surpreendente, mas no geral a trama não decepciona apesar do final pouco inspirado. E não estranhe o estilo feito para a TV da produção. Lançado em cinemas, ainda que com passagem relâmpago, a fita tem direção de Davis Guggelheim oriundo de seriados, assim como boa parte do elenco. Anos mais tarde ele dirigiu o famoso documentário Uma Verdade Inconveniente, produção de peso para seu currículo. Uma pena ver que Marsden, então em alta entre os teens, não ganhou a atenção merecida nos anos seguintes, ainda que tenha destaque nos longas dos mutantes X-Men, e Hudson tenha ficado relegada a comédias água-com-açúcar. E o restante do elenco... Bom deixa para lá.

Suspense - 90 min - 2000 

-->
INTRIGAS - Deixe sua opinião ou expectativa sobre o filme
1 – 2 Ruim, uma perda de tempo
3 – 4 Regular, serve para passar o tempo
5 – 6 Bom, cumpre o que promete
7 – 8 Ótimo, tem mais pontos positivos que negativos
9 – 10 Excelente, praticamente perfeito do início ao fim
Votar
resultado parcial...

Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...